Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \14\UTC 2011

O jornal O Estado de S. Paulo, publica hoje, matéria (veja aqui) na qual relata que o ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco (PMDB), estaria trabalhando para substituir o presidente do Instituto de Pesquisa Economica Aplicada (IPEA), Márcio Pochmann.

A matéria repercutiu através da voz de Miriam Leitão, em sua coluna diária na CBN (ouça aqui). A comentarista (ou porque não dizer, militante) amplamente reconhecida por sua visão neoliberal, carrega ainda mais nas tintas.

Não demorou muito, para que a rede se mobilizasse em defesa da permanência de Pochmann. No Twitter, através da hashtag #FicaPochmann, mensagens de apoio estão sendo divulgadas.

Este é um típico caso de tentativa de se ganhar no tapetão. As idéias neoliberais, presentes no IPEA até a assunção de Pochmann, foram derrotadas em 2002, 2006 e novamente em 2010 com a eleição de Dilma, sem falar da crise econômica, que jogou por terra todo o ideário do Estado mínimo. Por isso, que a argumentação de figuras como Leitão, é na perspectiva de desqualificar o trabalho realizado nestes últimos anos.

Isso é tapetão!

Defendo a permanência de Márico Pochmann à frente do IPEA, primeiro pela qualidade técnica do trabalho desenvolvido, mas principalmente porque temos hoje um IPEA:

1 – Vinculado com o processo de desenvolvimento do país, no qual o Estado tem papel determinante como indutor da economia;

2 – Comprometido com o desenvolvimento social e em particular com a meta do governo Dilma de erradicar a pobreza;

3 – Que produz estudos com a perspectiva de construção de políticas públicas universais e não tão somente focadas, como na época do governo FHC;

4 – Que pensa a inserção do país de forma soberana no mundo; e

5 – Como ativista do movimento juvenil, temos hoje o IPEA como parceiro, no reconhecimento da juventude como centro do projeto de desenvolvimento nacional. Diga-se de passagem, o livro “Juventude e Políticas Sociais no Brasil” é uma referência para todos os estudiosos e ativistas das PPJs.

Enfim, quem é progressista no Brasil hoje, tá na campanha #FicaPochmann!

Read Full Post »