Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \18\UTC 2014

Primeiro indicado por Miguel Rossetto para a estrutura da Secretaria Geral da Presidência da República, é atualmente coordenador das políticas para área no governo de Fernando Haddad e ex-presidente do Conselho Nacional de Juventude

 

10437547_10202558356470735_6908098624008537939_nO futuro ministro chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, começa a montar a equipe com quem irá trabalhar a partir de 2015. O primeiro nome indicado é de Gabriel Medina, que irá comandar a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ).

 

Atualmente a Secretaria tem como principal atribuição, a coordenação do Plano Juventude Viva, que busca enfrentar o alto índice de mortalidade de jovens no país. A SNJ também realiza o diálogo com os movimentos juvenis através do Conselho Nacional de Juventude.

 

São grandes os desafios a serem enfrentados pelo indicado, hoje os jovens correspondem a 25% da população, 35% do eleitorado, cumprem relevante papel na formação de opinião, e veêm, o exercício de sua cidadania bloqueado, seja pela precarização da vida nas cidades, seja pelo distanciamento das instituições políticas. Abrir canais de diálogo com as demandas que vem das ruas, aproveitar da força deste setor para impulsionar uma agenda de direitos que coloque os jovens no centro do projeto nacional de desenvolvimento, será uma de suas tarefas.

 

Psicólogo, de 32 anos, Medina tem larga trajetória nos movimentos de juventude, tendo sido eleito, em 2011, para presidir o Conselho Nacional de Juventude, o que lhe permitiu ser um dos responsáveis pela construção da 2ª Conferência Nacional.

 

Desde 2013, coordena órgão congênere na prefeitura de São Paulo. Pela atuação na cidade, foi destaque na Revista Brasileira de Planejamento e Orçamento, por apresentar, segundo o artigo, “uma visão inovadora na implementação de políticas voltadas aos jovens paulistanos”, que buscou alinhar “as metas inscritos na Agenda Transversal da Juventude do Plano Plurianual federal para 2012-2015 e as metas relacionadas à juventude no Plano de Metas do prefeito Fernando Haddad”. Confira a publicação aqui.

 

Ainda em 2003, foi relator e participante permanente do Projeto Juventude, coordenado pelo Instituto Cidadania, processo que elaborou propostas sobre o tema e que deu origem à política de juventude no governo do ex-presidente Lula. O futuro secretário, também atuou na construção dos Acampamentos Intercontinentais da Juventude dos Fóruns Sociais Mundiais realizados em Porto Alegre, nos anos 2000 e em Belém em 2010. Coordenou a realização do Festival Latino Americano das Juventudes em Fortaleza, também em 2010. Além de ter sido um dos articuladores do Fórum Nacional de Movimentos e Organizações Juvenis, que cumpriu relevante papel ao dar voz a uma série de redes e movimentos não tradicionais.

 

Medina teve, entre 2002 e 2004, passagem pelo legislativo paulistano, quando como assessor parlamentar, ajudou a elaborar as primeiras iniciativas de políticas voltadas aos jovens. Com destaque para a aprovação da Lei Estação Juventude, que estruturou a rede de assessores nas subprefeituras. Em Araraquara, sua cidade natal, entre 2006 e 2008, foi assessor do prefeito Edinho Silva, sendo responsável por construir a Assessoria Especial da Juventude e o Espaço Jovem.

 

Anúncios

Read Full Post »