Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \22\UTC 2014

morumbi-publico-paganteNo ano passado, o São Paulo FC adotou estratégia polêmica para garantir público em seus jogos e desta forma contar com o apoio da torcida para afastar o fantasma do rebaixamento que rondava as redondezas do Morumbi: baixou os preços dos ingressos de arquibancada para R$ 10 (sócio torcedores chegaram a pagar até R$ 2 em alguns setores).

Dos 19 jogos como mandante no Campeonato Brasileiro de 2013, treze foram objeto de promoção, e os números são esclarecedores. Nas seis primeiras partidas (sem promoção), a média de público foi de 8.553 torcedores, para uma renda média de R$ 228 mil, onde cada ingresso custou em média, R$ 26.

partidas-2013-sem-promocao

Partidas do São Paulo FC no Campeonato Brasileiro 2013 antes da promoção nos preços dos ingressos.

Nos outros treze jogos, já com a promoção em vigor, foram, em média, 29.836 torcedores; renda de R$ 344 mil; e R$ 11 cada ingresso.

Partidas do Campeonato Brasileiro 2013 com promoção nos preços dos ingressos.

Partidas do São Paulo FC no Campeonato Brasileiro 2013 durante a promoção nos preços dos ingressos.

Como se pode observar a estratégia foi muito vitoriosa, além de escapar da degola (ficou na 9ª posição), o clube jogou com casa cheia, com uma presença de público mais de 3,5 vezes maior, com uma renda 51% mais ampla, com o bilhete custando apenas 43% do valor do período anterior a promoção.

O que se observou em 2013, foram as famílias de volta ao estádio, o que pelo preço anterior dos ingressos era impeditivo – uma família composta de um casal e dois filhos, gastaria mais de R$ 100 para ir a uma partida, o que depois da promoção passou a custar menos de R$ 50. Vale lembrar também, que além da fidelização dos torcedores, em particular das crianças (não há comparação entre a emoção de se acompanhar uma partida no estádio e assisti-la pela TV), você também gera uma receita extra com consumo dentro do estádio.

Se em termos de arrecadação total (R$ 5,85 milhões) o São Paulo FC teve desempenho mediano, ficando em 11º do ranking, poderia ter sido ainda pior caso não houvesse a promoção.

 

Ingresso barato como política permanente

Com a política de ingressos baratos mantida em 2014, o que se verifica é que a arrecadação melhorou em relação a 2013. Em seis partidas como mandante (quatro no Morumbi, uma na Arena Barueri e outra no Pacaembu), foram arrecadados R$ 2,76 milhões, média de R$ 460 mil por partida, a quarta melhor receita do Brasileirão 2014.

Em termos de público, a venda de ingressos baratos também tem se mostrado positiva, os jogos do São Paulo FC tem recebido em média mais de 27 mil torcedores, com o preço médio do bilhete à R$ 16, o terceiro mais barato da competição.

Partidas do Campeonato Brasileiro 2014 com promoção nos preços dos ingressos.

Partidas do São Paulo FC no Campeonato Brasileiro 2014 com promoção nos preços dos ingressos.

Se por um lado a promoção de ingressos baratos começou pela necessidade de garantir maior presença da torcida, em função da luta contra o rebaixamento, por outro, os seus bons resultados parecem tê-la tornado ação permanente, o que deve fazer do São Paulo FC, ao final do Brasileirão de 2014, o campeão das arquibancadas, tendo em vista os últimos números e a tendência de crescimento ao se aproximar de partidas decisivas.

Se os são paulinos apostam em ingresso barato para ter casa cheia, não é o que fazem outros clubes, em especial aqueles que estão jogando nas novas arenas inauguradas para a Copa do Mundo.

Aproveitando-se do interesse de seus torcedores de conhecerem o Itaquerão, o Corinthians elevou os preços dos ingressos (quem não for sócio torcedor tem de pagar entre R$ 180 e R$ 400). Das três partidas que disputou na nova arena, o preço médio do bilhete foi de R$ 77. Gerando uma renda fantástica de R$ 8,2 milhões; pois as partidas receberam bons públicos, 35 mil torcedores em média.

Partidas do Corinthians no Itaquerão pelo Campeonato Brasileiro 2014.

Partidas do Corinthians no Itaquerão pelo Campeonato Brasileiro 2014.

O fator Itaquerão parece ser determinante no número de presentes aos jogos, nos outros três que o Corinthians fez como mandante, houve em média 22 mil torcedores presentes.

Até quando a novidade da casa nova empolgará a torcida corinthiana a pagar ingressos com preços no padrão Copa? Só o decorrer do campenato dirá.

 

Você frequenta estádio? Qual sua opinião sobre os preços dos ingressos?

 

Fonte: As informações sobre público, renda e valores dos ingressos são do Footstats (http://www.footstats.net/)

Read Full Post »